Publicado por : Beton domingo, 13 de março de 2011


O principal sindicato paulista dos trabalhadores de TI, o Sindpd, anunciou na noite deste sábado que a categoria entrará em greve no início da próxima semana. O Sindpd reúne profissionais de tecnologia da informação, como analistas, programadores e colaboradores de áreas administrativas em empresas de processamento de dados. De acordo com a entidade de classe, a greve foi decidida neste sábado em assembleia que reuniu filiados da região metropolitana e de municípios do interior, como Araraquara e Sorocaba. Os trabalhadores do setor negociam reajustes salariais desde janeiro, sem acordo com entidades patronais. O Sindpd pede reajuste de 11,9% nos salários dos profissionais do setor, maior participação nos lucros das empresas e correção no valor do auxílio-refeição para 15 reais por dia trabalhado. Os empregadores alegam, no entanto, que o valor pedido é muito acima da inflação registrada em 2010 e dizem que as empresas podem suportar, no máximo, um aumento de 6,47% para os profissionais. De acordo com a legislação trabalhista, os trabalhadores podem entrar em greve em até 72 horas após anunciá-la. Segundo o presidente do Sindpd, Antonio Neto, a entidade vai procurar a Justiça para que ela determine o valor do dissídio, uma vez que não houve acordo entre trabalhadores e patrões. Para especialistas no setor, no entanto, a decisão deve ter pouco impacto no dia a dia das empresas que contratam trabalhadores de TI. Muitos profissionais mantém-se afastados dos sindicatos ou atuam com contratos temporários, de forma autônoma, como cooperados ou ainda como pessoa jurídica, emitindo nota-fiscal ao final de cada mês, características que diminuem a relação dos trabalhadores com os sindicatos da categoria.

Deixe sua opinião!

Assinar FEEDS! | COPIAR - (código)

- Copyright © Blog Intelly - Intelly Soluções Inteligentes