Publicado por : Beton quarta-feira, 15 de junho de 2011

Processadores AMD Fusion A-Series são lançados oficialmente
Conheça alguns detalhes sobre a aposta da AMD para competir com os APUs da Intel.




Quando se trata de processadores, a guerra se resume a dois grandes nomes: AMD e Intel. Com os chips Sandy Bridge, a Intel planejava dominar o mercado dos notebooks para gamers, visto que os componentes misturam o processamento comum com a aceleração gráfica. A AMD não ficou atrás e também entrou na briga. A nova aposta da empresa são os processadores AMD Fusion A-Series, lançados oficialmente no dia 14 de junho. Ao contrário da Intel, que utiliza GPU HD Graphics (pouco elogiada pelos usuários), a AMD aposta em controladores gráficos mais potentes, como é o caso do HD 6620G (que mesmo sendo o mais fraco da série, conta com clock de 444 MHz). Logicamente a utilização de APUs não elimina a necessidade de chipsets mais fortes, mas para filmes e jogos menos pesados é uma alternativa muito boa.


Segundo a AMD, todos os novos processadores da série Fusion A-Series contam com compatibilidade aos sistemas 3D para jogos e reprodução de Blu-rays, configurações para vários monitores, suporte para DisplayPort e HDMI 1.4 e também USB 3.0. A empresa afirma ainda que essa é a primeira geração de processadores quad-core a apresentarem microarquitetura Llano de 32 nm. Outro fator interessante é a promessa de baterias mais autônomas, com duração de até dez horas. Com o novo lançamento, que varia entre 499 e 599 dólares, a AMD planeja competir diretamente com os chips Intel Core i3, i5 e i7. O que fica claro até mesmo nos nomes dos novos dispositivos: A4, A6 e A8.Confira alguns detalhe sobre os novos processadores.





MimoPlug: conheça o menor computador Linux do mundo
Com tamanho próximo ao de um adaptador para tomadas, a novidade tem como foco os aplicativos baseados na nuvem.




Desenvolvido pela MimoMonitors, companhia especializada na produção de monitores compactos, o MimoPlug é um computador com sistema operacional Linux com aparência bem diferente da convencional. Com um design compacto, o aparelho lembra muito mais um adaptador para tomadas do que um desktop convencional. A máquina possui somente 4,33” de comprimento, 2,74” de largura e altura de 1,9” e, conectada a um dos monitores fabricados da empresa, constitui um dos menores computadores disponíveis no mundo. Segundo a fabricante, o dispositivo é focado nas aplicados voltadas para a nuvem, podendo ser utilizado tanto para tarefas comuns como uma forma adicional de monitorar redes locais.

Especificações modestas

O MimoPlug possui um processador Kirkwood Series de 1,2 GHz, 512 MB de memória DRAM e armazena dados em memórias flash com capacidade que varia entre 4 a 16 GB. A conexão com a internet se dá através de uma porta Ethernet convencional, e a fabricante promete desempenho semelhante ao de um desktop convencional durante a realização de tarefas cotidianas. A novidade está à venda no site da MimoMonitors em diferentes pacotes que acompanham um dos monitores produzidos pela companhia. O preço varia entre US$ 379,99 até US$ 499,98, dependendo do modelo e tamanho da memória escolhidos. Todos as compras acompanham cabos de força, cabos de rede e cartões SD de 4, 8 ou 16 GB que devem ser usados para iniciar a tela escolhida.

Google anuncia Instant Pages e traz outros serviços para o Brasil
Empresa quer cada vez mais predizer buscas para agilizar a exibição de resultados.



Durante a conferência Inside Search, realizada hoje em São Francisco, nos Estados Unidos, executivos do Google anunciaram algumas novidades que prometem esquentar as buscas dos usuários. Entre as inovações prometidas, houve a apresentação do Google Instant Pages, serviço que pode ser encarado como uma evolução do Google Instant. O Google Instant, por sua vez, já está em funcionamento na versão inglesa do buscador desde setembro do ano passado, e estará disponível a partir de hoje em 32 novos idiomas e 69 domínios — incluindo o Brasil e outros países da América Latina. Através de um sistema que mostra os resultados em tempo real enquanto o usuário digita, o recurso poupa até cinco segundos em uma busca comum. Além das pesquisas por conteúdo, o Instant também se integra à ferramenta de imagens. Ou seja, enquanto uma palavra vai sendo digitada, o Google relaciona os desfechos mais populares e segue mostrando imagens de forma automática sem que necessariamente o botão “Pesquisar” seja clicado — a cada letra modificada, a conclusão da pesquisa vai se alterando também.

Instant Pages chega para fortalecer o Chrome



Dando um passo à frente do Instant, o Instant Pages chega não só para pré-visualizar as buscas enquanto o usuário digita, mas para pré-carregar as primeiras páginas de resultado. As demonstrações são impressionantes e o sistema deve acirrar ainda mais a disputa por rankeamento junto ao buscador. Outra briga, esta referente aos navegadores, também entra em cena com o Instant Pages. O Google pretende lançar a ferramenta (ainda sem data prevista) integrada ao Google Chrome. Pelo menos por enquanto, não se sabe se haverá disponibilidade imediata dela para outros browsers. De acordo com Amit Singhal, engenheiro de software da empresa, e pelo que diz o vídeo de apresentação, a inovação será capaz de poupar entre quatro e dez segundos do tempo total de carregamento de páginas — algo valioso na equação que compreende tempo e dinheiro.

Sucessor do Xbox 360 pode aparecer na próxima E3
Novo console viria acompanhado do game Timesplitters 4, desenvolvido pela Crytek para demonstrar todo o potencial gráfico da plataforma.



Com o término da edição de 2011 da E3, chegou a hora de começarem os rumores sobre o evento do ano que vem. Como não poderia deixar de ser, os boatos giram em torno do anúncio de um novo console da próxima geração que deve aparecer na feira. A informação veio de uma fonte do site VideoGamer. Esse contato estaria ligado à Crytek e afirmou que o sucessor do Xbox 360 será apresentado ao público em 2012, juntamente com o game Timesplitters 4, um dos primeiros e principais jogos a serem lançados. De acordo com esse informante, o título serviria para estabelecer um padrão visual aos gráficos do novo sistema. Segundo ele, a ideia da Microsoft é se adiantar à Sony – cujo presidente anunciou que não veremos um sucessor do PlayStation 3 antes de 2016. No entanto, o tal contato da Crytek declarou que o estúdio também está investindo no desenvolvimento do PS4.

[via TecMundo]


Deixe sua opinião!

Assinar FEEDS! | COPIAR - (código)

- Copyright © Blog Intelly - Intelly Soluções Inteligentes