Publicado por : Beton sexta-feira, 1 de julho de 2011

Em teste, empresa conseguiu cobrir uma área impressionante utilizando apenas um aparelho.


Ao que parece, o Wi-Fi do futuro não está condenado a hotspots, cafés, domicílios e escritórios. Pelo menos é o que a empresa americana On-Ramp pretende. Com o suporte da tecnologia Ultra-Link Processing (ULP), testes realizados em San Diego conseguiram transmitir sinais a até 70 km de distância. Mas nem tudo são flores. Para conseguir um alcance tão grande, a troca se baseou em uma equação de velocidade de banda contra distância de sinal. A On-Ramp empregou ondas de baixa intensidade, o que resultou em uma taxa de transferência de apenas 50 bytes por segundo — coeficiente cerca de 20 mil vezes menor do que uma conexão padrão de banda larga a 1 MB por segundo.

Apesar disso, a utilidade do equipamento pode ser de grande valia para aplicações que trabalham com transmissão de códigos. Em comparação, a estrutura necessária para se cobrir medidas tão amplas usando outros tipos de tecnologia teria um custo muito mais elevado. Quem sabe não é o "começo do fim" da internet movida a cabos e fibra ótica?

{ 3 comentários... veja os comentários abaixo Comentários }

  1. É bastante interessante a rede Wi-Fi. No curso técnico que fiz o professor disse que ela conseguirá atingir conexões de 70MB para o usuário final, e o melhor gratuitamente. Até onde sei, ela parece já estar em fase de teste em Curitiba, mas a problemática está com o governo que terá de travar um luta árdua para a sua implantação, pois as operadoras irão perder a mordomia. Bom, a exemplo dos avanços com as tecnologias modernas para carros elétricos, é bom esperarmos sentados que neste país tudo depende de acordos, daí para nós, pessoas comuns, semple complica. Parabéns pela matéria.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal, já testei no smartphone, funciona belezinha e de graça.

    ResponderExcluir
  3. Esta é a diferença implacável de nosso governo. Existem interesses em tudo. O atraso tecnológico que vivemos hoje se devem justamente, unicamente e exclusivamente à eles. Uma tecnologia destas poderia não só representar uma grande melhoria aos usuários finais que tenham disponibilidade de pagar, como seria de extrema valia nos projetos de inclusão digital em locais mais carentes, como favelas. uma área de 70km poderia atender bastante pessoas. Obrigado pelos comentários.

    ResponderExcluir

- Copyright © Blog Intelly - Intelly Soluções Inteligentes