Publicado por : Beton quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Híbrido da LG é leve e compacto, mas o desempenho não supera o nível básico






Veja nossa avaliação

(clique sobre a imagem para abri-la em tamanho maior)

Avaliação de Airton Lopes / Pronto para assumir o papel de tablet ou de laptop, o SlidePad é o ultrabook híbrido vendido no Brasil que menos pesa no bolso e na mochila. Enquanto modelos similares custam, no mínimo, 3.999 reais, a máquina da LG é vendida por 2.499 reais. A diferença de peso não chega a ser tão gritante, mas é considerável. Com apenas 1 quilo, o SlidePad é 20% mais leve do que seu concorrente mais magro, o Vaio Duo 11, da Sony. 
Outra virtude é a boa duração da bateria. Nos testes do INFOlab, a autonomia em uso intenso foi de 4 horas e 5 minutos. A força do SlidePad para trabalhar não chega a ser motivo de orgulho. O seu poder de processamento é suficiente apenas para realizar tarefas básicas sem sofrer. Nada de games ou programas pesados. Quando está fechado, o aparelho é praticamente um tablet comum. A transformação em ultrabook é feita pressionando o botão na lateral que libera a tela de 11,6 polegadas sensível ao toque para que ela deslize, se posicione em um ângulo de 45 graus e revele o teclado.
Avaliação de Cauã Taborda / No papel, o LG SlidePad é idêntico ao HP Envy X2. No entanto, o desempenho das máquinas em nossos testes não foi o mesmo. A máquina da LG ficou abaixo do concorrente da HP nos benchmarks, mas superou o concorrente na duração de bateria, na leveza e no conforto como tablet. Para a HP, fica a soberania como notebook simples, graças à excelente doc com teclado e bateria extra.
No PCMark 7, que mede o desempenho da máquina em tarefas gerais, o SlidePad marcou 1.271 pontos contra 1.438 do Envy X2. O mesmo se repetiu no 3DMark06, no qual o híbrido da LG marcou 455 pontos, enquanto o modelo da HP atingiu 481 pontos.
Com 64 GB de armazenamento interno em um SSD, há pouco espaço disponível para os arquivos do usuário. A única solução é abusar de uma entrada para cartões microSD e da única USB em tamanho padrão disponível. 
O Atom Z2760 de 1,8 GHz que equipa essa máquina só consegue trabalhar com 2 GB de memória RAM. Em nossos testes, notamos que 50% da memória está ocupada pelo Windows 8 o tempo todo. Na prática, isso resulta em lentidão ocasional no uso geral e complicações em tarefas mais pesadas, como transferências de grandes volumes de informação, programas de edição de imagem, etc. Por essa característica, o desempenho do SlidePad é comparável ao de um notebook básico, ideal para as tarefas simples do dia a dia.
Uma vantagem desses componentes é o baixo consumo de energia. O SlidePad está entre os híbridos com maior tempo de duração em nossos testes. Além do já citado bom desempenho com o Battery Eater, o híbrido reproduziu um vídeo 720p por 6 horas e 11 minutos, com ajustes para o máximo desempenho, brilho no máximo e Wi-Fi ativado.
Com construção em plástico, o gadget também está entre os mais leves que já passaram pelo INFOlab. No modo tablet, a espessura e conforto são muito mais perceptíveis do que em seus concorrentes, com exceção do Envy X2, que é removido completamente do teclado. As teclas são pequenas e não há trackpad ou mesmo ponteiro para o mouse. Todos os movimentos devem ser feitos pela tela de 11,6 polegadas. Ou então por um mouse externo USB ou Bluetooth.

Deixe sua opinião!

Assinar FEEDS! | COPIAR - (código)

- Copyright © Blog Intelly - Intelly Soluções Inteligentes